sexta-feira, 16 de março de 2012

JEOVÁ NISSI - E AS 12 BANDEIRAS DA VITÓRIA


“Pelo que Moisés edificouum altar, ao qual chamou Jeová-Níssi”. ÊXODO 17:15.



INTRODUÇÃO:
Moisés depois de uma brilhante vitória ergueu um
altar a Deus e em seguida atribui-lhe um nome: Jeová Nissi – “O Senhor é a
minha bandeira”.
Assim sendo, não somente o altar passa a ser algo
muito significativo como também este nome passa a revelar uma característica
importante de Deus, como acontece em outros nomes que pelos quais Deus se dá a
conhecer ao longo das Escrituras e se faz conhecido.
Os nomes de
Deus sempre estão enquadrados com a necessidade que o Homem tem de Deus,
procurando receber d’Ele algum suprimento e assim sendo Deus se revela por esta
mesma necessidade.
A
IMPORTÂNCIA DA BANDEIRA:
Para a expressão bandeira encontramos nas Escrituras
pelo menos mais 3 termos identificativos:
• Pendão,
• Estandarte
• Insígnia
Desde a história mais remota o homem sempre procurou
identificar-se com uma bandeira, ou ter uma bandeira que o identificava. Os
países têm bandeiras, os distritos têm bandeira, as freguesias têm bandeiras,
as instituições têm bandeiras, etc, etc.
A atitude de Moisés prova esta importância! Se a
bandeira fosse algo desprezível, sem valor; Moisés nunca aplicaria tal
distinção a Deus – Àquele que acabava de dar ao povo de Israel tamanha vitória,
sobre seu inimigo Amaleque.
Maioria das
vezes o valor de algo, não está no valor monetário mas sim no grande valor
sentimental que algo tem para nós, ainda que outros não valorizem do mesmo modo
que nós.
Neste
aspecto, o Deus que Moisés valorizava e amava era o Deus que lhe concedeu
vitória, e era desprezado pelas demais nações, inclusive por Amaleque.
O Deus que
nós amamos e valorizamos, não por aquilo que Ele nos dá, mas por aquilo que Ele
é, poderá ser o Deus que não é compreendido nem valorizado pela nossa família,
amigos, colegas de trabalho, colegas de escola etc. Mas que importa isso?
As bandeiras
são sempre projetadas, idealizadas e construídas de acordo com a História.
Desde as cores até às imagens, tudo é carregado de simbolismo, porém nem sempre
nós sabemos o verdadeiro significado dela.
Acredito
que há muitos, que não sabem o significado de sua bandeira, respectivas cores e
símbolos. A bandeira do nosso país é tão importante que o desrespeito à
bandeira nacional é contemplado com punição perante nossa lei.
No aspecto
espiritual também há muitos crentes que hoje não conhecem a sua bandeira
espiritual, não conhecem a Deus, apesar de proferirem o Seu nome. Porém Moisés
conhecia bem o Deus a quem servia. Somos alertados a prosseguir a cada dia em
conhecer ao Senhor. (Conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor; a sua saída,
como a alva, é certa; e ele a nós virá como a chuva, como a chuva serôdia que
rega a terra Os. 6:3).
Quando um
povo saía à guerra sempre levava consigo, os seus objetos de sorte, para que a
batalha fosse realmente ganha. O povo de Deus como um exército que é, e estando
numa guerra espiritual, também necessita de levar consigo aquilo que lhe pode
garantir a sorte,a guarda, a segurança. A presença do Deus vivo, a bandeira, o
estandarte, a insígnia, é Ele que guarda nossa dianteira e retaguarda (Pois não
saireis apressadamente, nem ireis em fuga; porque o Senhor irá diante de vós, e
o Deus de Israel será a vossa retaguarda. Is.52:12).
AS
BANDEIRAS APARECEM EM MOMENTOS DE GRANDE IMPORTÂNCIA TAIS COMO:
• Em
discursos importantes do país
• Em
funerais de pessoas importantes do governo e não só, a bandeira muitas vezes
cobre a urna.
• Nos
aviões está presente a bandeira
• No
serviço militar é prestado muitas vezes honras à bandeira, nomeadamente no
conhecido: Juramento de Bandeira.
• Em
certos desfiles nacionalistas sempre encontramos a bandeira a tomar a frente do
desfile
Algo que não podemos esquecer que para além de
sermos portugueses, somos do céu e por isto a primeira pátria a ser defendida é
a pátria celestial (Mas a nossa pátria está nos céus, donde também aguardamos
um Salvador, o Senhor Jesus Cristo, Fp.3:20).
A
BANDEIRA PODE REVELAR UM ESTADO DE ESPÍRITO:
(Nós nos alegraremos pela tua salvação, e em
nome do nosso Deus arvoraremos PENDÕES (BANDEIRAS); satisfaça o Senhor todas as
tuas petições. Sl.20:5).
Tomemos com
exemplo uma bandeira a meia haste. Isto pode significar a morte de alguém
(luto), ou um ato comemorativo. Também pode significar que a entidade referente
está a trabalhar fora das normalidades, tenho como exemplo um quartel em fim de
semana.
Podemos com
certeza afirmar que quanto mais alto Deus estiver colocado em nossa vida,
melhor irá ser o desenvolvimento da mesma. Se Deus não preencher tudo em nós,
não teremos vidas cheias da Sua alegria, do Seu amor, da Sua paz, etc.
(Até quando verei o estandarte, e ouvirei a voz da
trombeta? Jr.4:21).
Nós vemos crentes desiludidos e frustrados com sua
vida e relação com Deus, isto porque não deixam que a cada dia Deus preencha
mais um pouco de seu ser. A cada dia como sentia o Salmista Davi, há uma
necessidade extrema de Deus renovar-nos pelo Seu Espírito (Slm.51:10).
O crente que possui uma vida com Deus a “meia haste”
é um crente infeliz. Uma das coisas que revela a infelicidade de alguém assim é
realmente a busca, a procura de uma felicidade fictícia nas coisas que o mundo
oferece.
Nota: Segundo o Decreto-Lei n.º 150/87, de 30 de
Março, Artigo 7.3, antes de uma bandeira ser posta a meia haste sempre deverá
ir ao topo e quando é para retirar a bandeira do mesmo modo deverá ocorrer.
Para saber mais sobre este e mais assuntos sobre como proceder com a bandeira.
AS BANDEIRAS QUE TEREMOS QUE LEVANTAR PARA
ALCANÇARMOS A VITÓRIA E A VIDA ETERNA EM CRISTO JESUS:
1
- BANDEIRA DA FÉ;
2
- BANDEIRA DA RENÚNCIA;
3
- BANDEIRA DA OBEDIÊNCIA;
4 - BANDEIRA DA SANTIFICAÇÃO;
5 -BANDEIRA
DA ENTREGA TOTAL A DEUS;
6 -
BANDEIRA DA CORAGEM E OUSADIA;
7 -
BANDEIRA DO ARREPENDIMENTO E
PERDÃO;
8
- BANDEIRA
DA HUMILDADE ;
9
- BANDEIRA DA DISCIPLINA;
10
- BANDEIRA PURIFICAÇÃO;
11
– BANDEIRA DA SABEDORIA;
12-
BANDEIRA DO COMPROMISSO COM A OBRA DE DEUS:
13-
BANDEIRA DA ORAÇÃO:

1
– BANDEIRA DA FÉ; HB 11:6:

Fé (do
grego: pistia
e do
latim: Fides) é a firme convicção de
que algo seja
verdade, sem
nenhuma prova de que este algo seja
verdade, pela
absoluta
confiança que
depositamos neste algo ou alguém.
A fé se relaciona de maneira unilateral
com os verbos acreditar, confiar ou apostar, isto é, se
alguém tem fé em algo, então acredita ,confia e aposta
nisso, mas se uma pessoa acredita confia e aposta em algo, não
significa, necessariamente, que tenha fé.
A diferença entre eles, é que ter fé é
nutrir um sentimento de
afeição, ou até
mesmo
amor, pelo que acredita,confia
e aposta. "O certo e que,
"Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que
se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o
buscam". (HB 11:6).
2 – BANDEIRA DA
RENUNCIA; LC 9:23.
RENÚNCIA: "E dizia JESUS a todos: Se
alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e
siga-me”. (LC 9:23).
RENÚNCIA: Abrir mão de, desistir da posse de:
Rejeitar, recusar, não querer: Renegar algo Deixar voluntariamente:
Num
contexto religioso rejeitar ao mundo, ao diabo e a si mesmo, consagrar-se à
vida religiosa.
3 – BANDEIRA DA
OBEDIÊNCIA;

OBEDIÊNCIA: "Purificando as vossas almas pelo Espírito na
obediência à verdade, para o amor fraternal, não fingido; amai-vos ardentemente
uns aos outros com um coração puro”. (1 PE 1:22).
A obediência (do
latim obedire = obedecer) pode ser
classificada como uma das
virtudes e se
define como um comportamento pelo qual um ser aceita as ordens dadas por outro.
O termo obediência, tal como a ação de
obedecer, conduz da escuta atenta à ação, que pode ser puramente passiva ou
exterior ou, pelo contrário, provocar uma profunda atitude interna de resposta.
Obedecer a requisitos ou proibições realiza-se por meio de conseqüentes ações
apropriadas ou omissões. Obedecer implica, em diverso grau, a subordinação da
vontade a uma autoridade, o acatamento de uma instrução, o
cumprimento de um pedido o a abstenção de algo que é proibido.
A figura da autoridade que merece obediência
pode ser uma pessoa ou uma comunidade, mas também uma idéia convincente, uma
doutrina ou uma ideologia e, em grau superior, a própria
consciência e principalmente a DEUS.
Cada um de nós tem uma missão aqui na terra.
Nossa primeira missão, (e isso valem para todas as criaturas de Deus), é amar a
Deus e servi-Lo e amarmos uns aos outros, fazendo o bem por toda nossa vida.
Servir a Deus é servir àqueles que necessitam. Exercendo nossa fé em DEUS,
renunciando ao mundo, o diabo, buscando em tudo o conhecimento de DEUS e a
obediência a tua palavra e mandamentos.
4 - BANDEIRA DA
SANTIFICAÇÃO:

“Porque Deus não nos chamou para a imundícia, mas para a santificação”.
(1TS 4:7).

Santificação significa literalmente o processo pelo qual se se prepara algo ou alguém para um uso ou um
propropósito religioso, ou seja, tornar sagrado ou consagrar. Na teologia
cristã, santificação é o processo de de
aperfeiçoamento gradual do ser humano em que ele se aproxima do caráter divino e afasta-se do
pecado, cujo fim objetivo é alcançar a salvação.
5 – BANDEIRA DA ENTREGA TOTAL A DEUS;
Jesus está no Getsêmani e ainda enfrentará
todo o caminho até o Gólgota.
(“E
dizia: Aba, Pai, tudo te é possível; passa de mim este cálice; contudo,
não seja o que eu quero, e sim o que tu
queres” (Mc. 14.36).
O
cálice referido por Jesus era toda a carga de sofrimentos que
Ele
teria de suportar até a crucificação.Diz o Evangelho segundo João 12.27:
(“Agora, está angustiada a minha alma, e que
direi eu? Pai, salva-me desta hora?
Mas
precisamente com este propósito vim para esta hora”).
Obviamente, esse pedido de Jesus não é
contraditório a sua missão.
Vejamos que logo após pedir “passe de mim este
cálice!” vem “Todavia… como tu queres
(JESUS
demonstra profundo desejo de fazer a vontade do Pai (v. 39, 42, 44).
JESUS
demonstrou esse desejo todos os dias de Sua vida e ministério:
Quando
ensinou seus discípulos a orar: (Venha o teu reino; faça-se a tua vontade,
assim na terra como no céu MT. 6.10).
Demonstrou que a vontade do Pai era algo
básico, essencial em sua vida:
(A minha comida consiste em fazer a vontade
daquele que me enviou e realizar a sua obra JO 4:34).
6 – BANDEIRA DA
CORAGEM E OUSADIA;
Naquela mesma hora alguns fariseus
aproximaram-se de Jesus e lhe disseram: “Saia e vá embora daqui, pois Herodes
quer matá-lo”. Ele respondeu: “Vão dizer àquela raposa: Expulsarei demônios e
curarei o povo hoje e amanhã, e no terceiro dia estarei pronto. Mas, preciso
prosseguir hoje, amanhã e depois de amanhã, pois certamente nenhum profeta deve
morrer fora de Jerusalém! -- Lucas 13:31-33
Jesus foi corajoso ao enfrentar inimigos de baixo
e de alto escalão. Chamando Herodes de raposa, Jesus deixou claro seu desdém
por um político como tantos outros, que só pensava em usar o poder que tinha em
benefício próprio. Jesus sabia que Herodes podia matá-lo. Ele sabia que
eventualmente seria preso e tratado com toda a violência e injustiça que
"autoridades" são capazes de usar. Mas, ele não tinha medo. Quem
estava em controle era Deus. E nada iria acontecer que Deus não permitisse.
Deus ainda está em controle hoje. Se você enfrenta ameaças no trabalho ou em
casa, do governo ou de uma pessoa anônima - confie em Deus. Prossiga com aquilo
que Deus colocou diante de você para fazer. Tomas a Kempis disse que
"Aquele que ama a Deus com todo seu coração, não teme nem morte, nem
tormento, nem julgamento, nem o inferno, pois amor perfeito abre uma passagem
segura para Deus." Podemos temer. Mas, se confiarmos nas palavras e no
exemplo do nosso Mestre, seguiremos em frente independente do tamanho do
inimigo, pois Jesus nos espera do outro lado.
7 – BANDEIRA DO ARREPENDIMENTO E PERDÃO;
Como todo homem é um pecador imperfeito, e
DEUS é perfeito, nenhum homem pode salvar a si mesmo. JESUS deixou esse fato
bem claro em Mateus 5:48, quando disse: "Portanto, sede vós perfeitos,
como perfeito é o vosso Pai celeste." Se todos precisamos ser
perfeitos aos olhos de DEUS, como alguém poderá ir ao céu, especialmente se a
Bíblia declara diversas vezes que TODOS são pecadores? Obviamente,
ninguém se salvará assim, tentando ser
bom para merecê-lo. Como a Bíblia diz que milhões de pessoas se salvarão, deve
haver outro modo de chegar lá, além de tentar ser bom o suficiente.
Você precisa estar arrependido dos seus
pecados e querer obter o perdão. Isso se chama Arrependimento. A palavra
arrependimento significa que você se arrepende dos pecados passados e que não
quer pecar mais. Arrependimento significa o desejo de dar uma volta de 180
graus em sua vida. Não significa que você nunca mais pecará, mas significa que
o pecado será uma exceção na sua vida, não a regra. Não se preocupe — o
Espírito Santo de Deus lhe dará o poder espiritual para se transformar nesse
tipo de pessoa. JESUS CRISTO, oferecendo seu sangue derramado no Calvário,
morreu como um sacrifício substituto pelos seus pecados, e agora está
oferecendo vida eterna para você como um Dom Gratuito!! Parece bom demais para
ser verdade? Em Romanos 6:23, temos: (Porque o salário do pecado é a morte,
mas o dom gratuito de DEUS é a vida eterna em JESUS nosso Senhor).

8 - BANDEIRA DA HUMILDADE ;
“Nada façais por contenda ou por vanglória,
mas com humildade cada um considere os outros superiores a si mesmo”. FP 3:3.
E,
quando chegaram ao lugar chamado a Caveira, o crucificaram e aos malfeitores,
um, à direita, e outro, à esquerda. E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes,
porque não sabem o que fazem (Lucas 23.33, 34). Jesus Cristo, homem de
dores, sacrifício vivo para remissão dos nossos pecados, foi humilhado das mais
diversas e terríveis formas. Com todo poder para transformar o universo
em minúsculas partículas, ou em nada, na hora de sua maior aflição não pediu
vingança ao Pai, pelos seus executores, mas pediu que lhes perdoassem, deixando
em si mesmo, o maior exemplo de bondade e humildade, que sublime é o perdão.
9 - BANDEIRA DA
DISCIPLINA;
“Filho meu, não rejeites a disciplina do
Senhor, nem te enojes da sua repreensão”. PV 3:11.

Há muitas
disciplinas e práticas que nos ajudam nessa caminhada:
o
estudo da Palavra; a leitura devocional; a leitura panorâmica da Bíblia; o
tempo separado para oração compreendendo a adoração pelo que DEUS e, ação de
graças pelo que faz, confissão pelo que temos feito, pedidos por nós e
intercessão pelos outros; a oração que dura todo o dia; meditação; jejum
regular, aprendendo com a renuncia e dependência de DEUS, também com uma
intenção especifica (não como troca de favores) diante de DEUS;
Anotações de suas experiências com DEUS, num
rico registro de nossa caminhada com Ele, altos e baixos, confissões, orações e
louvores escritos; dias de descanso que também podem ser separados para
planejamento e reavaliação de vida.
Enfim, investir nessas e em outras disciplinas
deve ter sempre a meta maior de conhecer a DEUS, seu caráter, seu poder, sua
vontade, sua verdade, a fim de que possamos viver de acordo com essa verdade.
Esse é o alvo e fim das disciplinas cristãs.
10 - BANDEIRA
PURIFICAÇÃO.
PURIFICAR-SE ATRAVÉS DO SANGUE DE JESUS:
“Bem- aventurados aqueles que lavam as suas
vestes [no sangue do Cordeiro] para que tenham direito à arvore da vida, e
possam entrar na cidade pelas portas”.(AP 22:14).
O
sangue de JESUS deve ser aplicado em todos os aspectos da vida, ele traz cura,
proteção e libertação para todos lhe ama. Esse sangue coloca a nossa disposição
mais liberdade, poder e libertação do que somos capazes de imaginar. Quando
aplicamos a verdade do sangue em nossa vida, podemos viver na plenitude e no
poder que JESUS conquistou para nós.
11- BANDEIRA DA
SABEDORIA:
“porque eu vos darei boca e sabedoria, a que
nenhum do vosso adversário poderá resistir nem contradizer”. LC 21:15..

Quando mencionamos a palavra sabedoria, logo pensamos em doutores,
cientistas, professores, intelectuais, enfim, em pessoas que possuam o domínio
do conhecimento. No entanto, não é essa concepção que encontramos nos livros
sapienciais da Bíblia, muito menos no livro da Sabedoria. Isto ocorre porque a
Sabedoria de Deus, desde sempre, agiu contra quem quis dominar, matar e esmagar
as diversas formas de vida. Todos nós conhecemos o valor da sabedoria popular,
da experiência acumulada que nos aponta valores e verdades. No entanto, ser
sábio é ter a mesma sabedoria de Deus. É ser aquele que, mesmo arriscando sua
vida, sabe estar do lado do bem e da justiça.

Sabedoria humana seria a capacidade que ajuda o homem a identificar seus
erros e os da sociedade e corrigi-los. Sabedoria divina será provavelmente a
capacidade de aprofundar os conhecimentos humanos e elaborar as versões do
Divino e questões semelhantes.
12- BANDEIRA DO
COMPROMISSO COM A OBRA DE DEUS:
“Portanto ide, fazei discípulos de todas as
nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;
Ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu
estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos”. MT 28:19.
FAZER DISCÍPULOS (EVANGELIZAR): “Evangelismo Bíblico é a prática
regular – motivada por profunda compaixão pelos perdidos, responsabilidade e
gratidão a Deus – de alertar os pecadores, através do testemunho de sua
consciência, de que transgrediram a santa lei do Senhor, cuja punição é o
tormento eterno no inferno, expondo-lhes sua incapacidade de obter a salvação
por seus próprios esforços, e então, apresentar no poder do Espírito Santo, as
Boas Novas do amor e graça de Jesus, para que se arrependam, abandonem seus
pecados, coloquem sua confiança no Salvador e O sirvam como seu Senhor na
comunhão de Sua Igreja.”
13- BANDEIRA DA
ORAÇÃO:
Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes em
tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica
com ações de graças; FP 4:6.
A oração consiste em manter comunhão com Deus.
A fé nos faz entender que Deus existe, é um ser real que pode e quer ouvir-nos.
Simplificando: orar é falar com o Senhor, expondo nossa gratidão, felicidade,
adoração, necessidades e buscando socorro quando necessário. O Espírito de Deus
que habita nos corações dos santos deixa-nos continuamente ligado ao Eterno,
possibilitando-nos falar com Ele a cada instante, independente do lugar onde
estejamos. Por exemplo: andando pelas ruas, dirigindo, numa fila de banco,
trabalhando, etc. (Pode-se orar em voz audível ou apenas em espírito.)
Experimente e verás que tua comunhão com o Pai se estreitará maravilhosamente.
A oração é ordenada por Deus, sem oração não há comunhão (“Buscai o SENHOR
enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto”. Is 55.6 vejam
também: Mt 7.7 e Fp 4.6).
14 - CONCLUSÃO:
Rogo a Deus para que nós a cada dia possamos levantar um altar a Deus, sendo a
nossa própria vida este mesmo altar, e ergamos sem vergonha, sem receio, a
nossa bandeira - Jeová Nissi.
EV. VIRGÍLIO NASCIMENTO
IGREJA BATISTA GETSÊMANI
MISSÃO NOVA LIMA MG
BLOG: http://evvirgilionascimento.blogspot.com
FONE: 9436-4681


Um comentário:

  1. Palavra abençoada. Que o Espírito Santo lhe dê sempre inspiração.

    ResponderExcluir